Os Graus Filosóficos na Maçonaria, encontram-se no REAA e estão assim divididos (extraído dos Estatutos Sociais e Fundação do SCG33 REAA 1804)


CAPÍTULO XI -  DA ORGANIZAÇÃO

Artigo 30º. O Supremo Conselho do Grau 33º. Rito Escocês Antigo e Aceito de 1804 para a República do Brasil e sua jurisdição é dirigido por um corpo de oficiais indicados e nomeados pelo Presidente, escolhidos dentre os membros da associação, com mandato de três anos, ocupando os seguintes cargos:

Parágrafo 1º.  São os seguintes cargos:

a) M.·. Pod.·. Soberano Grande Comendador (Presidente); b) M.·. Il.·. Grande Comendador Lugar-Tenente; c) M.·. Il.·. Grande Ministro de Estado; d) M.·. Il.·. Grande Secretário; e) M.·. Il.·. Grande Chanceler; f) M.·. Il.·. Grande Tesoureiro Geral; g) M.·. Il.·. Mestre-de-Cerimônias;  h) M.·. Il.·. Capitão das Guardas; i) M.·. Il.·. Grande Porta-Estandarte.

Parágrafo 2º.  Os Corpos Subordinados ao Supremo Conselho dividem-se em quatro séries:

a)      Graus 31º e 32º, com corpos de oficiais eleitos a cada três anos

b)      Graus 19º a 30º, com corpos de oficiais eleitos a cada três anos

c)      Graus 15º a 18º, com corpos de oficiais eleitos a cada três anos

d)     Graus 4º a 14º, com corpos de oficiais eleitos todos os anos

Parágrafo 3º.  Os Graus do Rito Escocês Antigo e Aceito estão assim divididos, em cinco séries:

a)      Os Graus Simbólicos, Lojas Azuis

1º Grau – Aprendiz

2º Grau – Companheiro

3º Grau – Mestre

b)      Graus de Perfeição ou Inefáveis, Lojas de Perfeição

4º Grau – Mestre Secreto

5º Grau – Mestre Perfeito

6º Grau – Secretário Íntimo ou Mestre por Curiosidade

7º Grau – Preboste e Juiz ou Mestre Irlandês

8º Grau – Intendente do Edifício ou Mestre em Israel

9º Grau – Mestre Eleito dos Nove

10º Grau – Ilustre Eleito dos Quinze

11º Grau – Sublime Cavaleiro Eleito

12º Grau – Grão-Mestre Arquiteto

13º Grau – Cavaleiro do Real Arco

14º Grau – Grande Escocês da Abóbada Sagrada de Jaime VI ou Grande Escocês da Perfeição ou Grande Eleito ou Antigo Mestre Perfeito ou Sublime Maçon

c)      Graus Históricos e Religiosos, Capítulos

15º Grau – Cavaleiro do Oriente ou da Espada

16º Grau – Príncipe de Jerusalém

17º Grau – Cavaleiro do Oriente e do Ocidente

18º Grau – Soberano Príncipe Rosa-Cruz

d)      Graus Filosóficos, Areópagos

19º Grau – Grande Pontífice ou Sublime Escocês

20º Grau – Venerável Grão-Mestre de todas as Lojas ou Soberano Príncipe da Maçonaria ou Mestre ad Vitam

21º Grau – Noaquita ou Cavaleiro Prussiano

22º Grau – Cavaleiro do Real Machado ou Príncipe do Líbano

23º Grau – Chefe do Tabernáculo

24º Grau – Príncipe do Tabernáculo

25º Grau – Cavaleiro da Serpente de Bronze

26º Grau – Príncipe da Mercê ou Escocês Trinitário

27º Grau – Grande Comendador do Templo ou Soberano Comendador do Templo de Salomão

28º Grau – Cavaleiro do Sol ou Príncipe Adepto

29º Grau – Grande Escocês de Santo André da Escócia ou Patriarca dos Cruzados ou Grão-Mestre da Luz

30º Grau – Grande Eleito Cavaleiro Kadosch, ou Cavaleiro da Águia Branca e Negra

e)      Graus Administrativos

31º Grau – Grande Inspetor Inquisidor Comendador

32º Grau – Sublime Príncipe do Real Segredo

33º Grau – Soberano Grande Inspetor Geral

Parágrafo 4º. a) O símbolo que caracteriza o SUPREMO CONSELHO é a “Águia de Lagash” uma ave com duas cabeças, cada uma delas olhando para um ponto cardeal distinto, suponde-se que são o Oriente e o Ocidente, em suas garras segura uma fita com o dístico em latim  “Deus Meumque Jus” que pode ser traduzido por “Deus e Meu Direito” ou ainda “Deus é Meu Único Direito”;b) outro dístico utilizado por este SUPREMO CONSELHO é “Ordo Ab Chao” traduzido para o português como “Ordem no Caos”;
 
 
  Site Map